Imagem capa - Saiba como a fotografia pode aumentar a sua autoestima por Esther Bruna dos Santos
Fotografia para mulheres

Saiba como a fotografia pode aumentar a sua autoestima

Isso mesmo descobri que a fotografia tem um poder incrível! 

Tudo começou quando tive a oportunidade de fotografar uma moça muito linda, por sinal. Durante a sessão de fotos notei que ela estava muito empolgada e esboçava um riso solto e muita liberdade. Logo após a entrega das fotos ela postou na sua rede social o quanto aquelas fotos haviam ajudado a se ver de uma forma diferente, a ver a beleza que nunca deixou de existir nela, mesmo que seu corpo houvesse passado por algumas transformações por causa de sua ultima gravidez.

 Aquilo foi um despertar pra mim como fotógrafa. "Eu tenho um poder incrível nas minhas mãos, posso mudar a forma como as pessoas se vêem através da forma como eu as vejo!"  UAL minha cabeça explodiu!


 Quis comprovar essa experiência com mais outras mulheres, e apresentar esse assunto para outras pessoas através de uma exposição, pois sei que muitas pessoas sofrem com baixa autoestima, depressão, crises de ansiedade, dificuldade de autoaceitação entre outros problemas semelhantes.


 E um dos motivos que contribuem para esse cenário negativo é o fato de não se aceitarem, de não se acharem bonitas o suficiente para o mundo e para si mesmas. Aqui nesse post você pode ver algumas fotos que fizeram parte dessa exposição.




  Ao todo 18 mulheres foram fotografadas, e eu simplesmente pedia para que elas me contassem como elas se sentiram antes, durante e depois da sessão de fotos.  O resultado foi incrível, era como se eu estivesse emprestado meus olhos à elas para se enxergarem da forma como realmente elas são, lindas, poderosas, com defeitos como qualquer ser humano, mas resilientes e prontas para encarar o dia-a-dia, mulheres reais, que trabalham, estudam, que lutam, mulheres superpoderosas!

De modo geral os depoimentos tinham algo em comum. A princípio ansiedade e surpresa pelo convite de ser fotografada. Durante a sessão, timidez e medo de não conseguir realizar algumas poses, vergonha das pessoas que passavam e ficavam olhando, mas conforme a sessão de fotos acontecia elas se desprendiam de todos esses limitantes. Ao final ficavam EXTREMAMENTE Felizes de se verem tão lindas, com aquela luz, com aquele cabelo, com aquele carão 'kkkkkk. Enfim elas se viram na melhor versão delas mesmas.







Todos depoimentos me chamaram atenção, mas o depoimento da Nildi, para mim foi um atestado de o quanto é bom poder ajudar o próximo com o meu trabalho. Ali tive certeza de que estava no caminho certo. Dê uma olhadinha:


Ser fotografada: Antes: tensão e expectativa com a chegada no local das fotos. 

Chegar já foi o primeiro desafio com o carro que não saía da garagem rsrs

Durante: vencer a timidez de ser fotografada em meio a mais linda das avenidas, a Paulista! ainda mais com todos os pedestres observando 

Depois: uau sou eu mesmo?! Rsrs  É impressionante ver surgir o melhor de nós dentro de uma foto. Aquele melhor ângulo, o close como das artistas! Fui embora para São Bernardo convencida que tenho sim uma bela mulher dentro de mim. Hoje minha alma foi delicadamente tocada e surpreendida.


Nildi Oliveira -





 

Dentre elas haviam solteiras, divorciadas, empreendedoras, estudantes, mães de família e das mais variadas crenças e idades. Cheguei a conclusão que nossa autoestima não depende de onde nós estamos, ou do que nós possuímos, depende do nosso olhar para nós mesmas. 

E o modo como nos enxergamos, muda totalmente a forma como lidamos com as adversidades da vida. Quem nunca saiu do salão de cabeleireiro e sentiu a mulher mais linda do mundo pronta para encarar qualquer coisa?

O Shopping Praça da Moça, aceitou a ideia da exposição, e a mostra " Me vejo em outros olhos " foi exposta no dia 8 de março até o final do mês de abril, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. A exposição teve a participação da psicóloga Bianca Cardoso, que contribuiu compartilhando seu conhecimento a respeito do tema. 


"A fotografia tem a capacidade de capturar o tempo presente. Quando olhamos as imagens,  logo nos recordamos dos acontecimentos do dia, de conversas esporádicas e dos sentimentos que estávamos tendo contato naquele dia. 

Nessa exposição, você estará tendo contato com sentimentos novos para as mulheres  dessas fotos, mulheres que descobriram sua autoestima durante o processo de fotografia..."

 "Ainda lutamos contra os fortes ataques da mídia e da sociedade que cobra mulheres perfeitas, no  trabalho, no lar,  na educação,  no corpo, na forma de pensar e agir, tendo como perfeição um alvo inalcançável; e se for alcançado, é adoecedor por não ser sustentável..."

"... Em outras palavras, quando resolvemos nos enxergar pelos nossos olhos, não pelos olhos do outro, a nossa vida passa a ter sentido, cor, luz, sombra e movimento. 

Nós deixamos de ser cruéis e injustas em cobrar a perfeição e aí entra a valorização de quem eu sou de fato. 

Vamos, tire uma foto! Pode ser uma selfie. Se olhe de forma justa. Observe. Se note. O seu valor não deve ser dito pelo outro. Eles não viveram a sua vida, eles não tem a sua história. A sua singularidade, ser você,  é belo.


Psicóloga Bianca Cardoso - CRP 10/06232


 Pois Bem, é isso mesmo, se ame, se cuide, se deixe levar por pensamentos bons, conte comigo e com a minha fotografia, para se ver cada dia mais bela e autoconfiante.

E NÃO ACABA POR AQUI! Aprendi que sempre devemos compartilhar e replicar coisas boas, então se você chegou até aqui nesse post e gostaria de fazer um ensaio feminino ao ar livre, para mim seria uma imenso prazer te ver sorrir, e te ver se aceitando como você é! 

Para isso estarei selecionando algumas mulheres para passarem pela experiência fotográfica e comprovar por si mesmas se de fato a fotografia torna nosso dia melhor. 

Se interessou?   Clique aqui para participar .